Pouco a pouco se vai longe: pequenas mudancas que podem levar a saude do coracao, diz especialista da Mayo Clinic

Newswise — JACKSONVILLE, Flórida — Mudar de uma dieta pouco saudável e estilo de vida sedentário para uma alimentação saudável com exercícios físicos pode ser assustador. Neste alerta, o especialista Dr. Juan Cardenas Rosales, médico de medicina interna e diretor da prática de medicina internacional na Mayo Clinic em Jacksonville, Flórida, compartilha pequenos e grandes passos que pode levar nosso coração a uma vida mais saudável.

Dar o primeiro passo pode ser difícil, seja tentando seguir uma dieta nutritiva, exercitando-se mais ou ambos, diz o Dr. Cardenas. Isso deve-se, em parte, ao fato de que as pessoas frequentemente estabelecem expectativas elevadas para si próprias e tentam alcançá-las imediatamente, ao invés enxergá-las como um processo.

“É melhor fazer essas mudanças pouco a pouco e permanecer consistente do que fazer uma mudança repentina que é difícil de manter,” explica o Dr. Cardenas. “Por exemplo, não comece a se exercitar 30 minutos por dia, cinco vezes por semana, mas comece com 10 minutos a cada três dias. Além disso, ajuste sua dieta e, diariamente, diminua pouco a pouco o consumo de açúcar, gordura, sal e assim por diante. Comece com pequenos passos, mas continue em frente.”

O Dr. Cardenas recomenda, gradualmente, optar por escolhas mais saudáveis em sua dieta, como peixe, frango, frutas, verduras, legumes e grãos integrais.

“Beber muita água também é importante, pelo menos 2 litros de água por dia, e ficar longe de alimentos processados que são muito ricos em certos tipos de gorduras nocivas, como as gorduras trans”, explica o Dr. Cardenas.

Um dos movimentos mais difíceis de se fazer é o de pular os alimentos favoritos que agora são conhecidos por não serem saudáveis, mas que fazem parte das refeições familiares há gerações, ele acrescenta.

“Muitas vezes, na nossa cultura, na nossa tradição, este tipo de dieta é seguida há muitos anos, e é a que foi ensinada pelos nossos familiares como avós e pais. Mas muitas vezes, isso não significa que seja saudável para nós”, diz o Dr. Cardenas. “Se sabemos que é algo prejudicial à nossa saúde, devemos sempre tentar escolher a opção saudável.”

Trabalhar para se ter um sono adequado — de, pelo menos, sete horas — também é importante para a saúde do coração. Reduz o risco de doenças cardiovasculares e condições graves, como hipertensão, diabetes e colesterol alto, que também são fatores de risco para doenças cardíacas, afirma o Dr. Cardenas.

“Tendo um bom sono, também permitimos que nosso corpo se recupere e esteja pronto para continuar no dia seguinte”, explica ele. “Também foi demonstrado que, muitas vezes, não dormir bem pode levar ao estresse crônico.”

Há uma grande mudança que o Dr. Cardenas recomenda fazer imediatamente: parar de fumar e evitar o fumo passivo, a exposição ao fumo de outras pessoas.

“No momento em que se deixa de fumar, o risco de doenças cardiovasculares diminui,” afirma. “A pesquisa mostrou que, após parar de fumar por um ano, o risco cardiovascular cai pela metade em comparação ao de um fumante.”

Antes de iniciar um plano de exercícios, vale a pena conversar com seus médicos para garantir uma conduta segura, aconselha o Dr. Cardenas. Também é uma boa ideia agendar exames anuais para que seus médicos possam rastrear doenças cardíacas e fatores de risco, como diabetes, hipertensão e colesterol alto, acrescenta. 

###

Sobre A Mayo Clinic


Mayo Clinic é uma organização sem fins lucrativos comprometida com a inovação na prática clínica, educação e pesquisa, fornecendo compaixão, conhecimento e respostas para todos que precisam de cura. Visite a Rede de Notícias da Mayo Clinic para obter outras notícias da Mayo Clinic.

Fitness

Articles You May Like

Six To Fit Transformation Challenge: August 2023
‘Rep Like Reacher’ with Alan Ritchson’s Full-Body Workout
The Best Workouts to Get Bigger Legs
How I Lost 145 Pounds Eating Low Carb

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *